Friday, April 10, 2015

Via Sri Prem Baba: Flor do Dia- Flor del Día- Flower of the day 10/04/2015

“O perdão é uma fragrância do Ser. Ele é como um raio de luz, que encontra-se encoberto por capas de mágoas e ressentimentos. Por mais que você não esteja podendo identificar esses sentimentos, eles existem, e a prova disso é a separação, tanto do outro como de si mesmo. Você pode estar magoado com o outro ou consigo mesmo, mas independentemente disso, o fato é que algo ainda não foi compreendido e aceito. Por alguma razão, você se recusa a aceitar. Mas, a aceitação não pode ser forçada, assim como o perdão não pode ser imposto de fora para dentro. Ela é um fruto da árvore da compreensão.”

“El perdón es una fragancia del Ser. Es como un rayo de luz, que se encuentra cubierto por capas de heridas y resentimientos. Por más que no estés pudiendo identificar esos sentimientos, éstos existen, y la prueba de ello es la separación, tanto del otro como de ti mismo. Puedes estar herido con el otro o contigo mismo, pero independientemente de eso, el hecho es que algo aún no fue comprendido y aceptado. Por alguna razón, te rehúsas a aceptar. Pero la aceptación no puede ser forzada, así como el perdón no puede ser impuesto de afuera hacia adentro. Es un fruto del árbol de la comprensión.”

"Forgiveness is a fragrance of the Being. It is like a ray of light that is covered in layers of hurt and resentment. Even though we may not be able to identify these feelings, they do indeed exist. The proof of their existence lies in our feelings of separation, both from the other and from ourselves. We may have been hurt by others or by ourselves, but regardless, the fact is that something has not been understood and accepted. For some reason, we refuse to accept it. Acceptance cannot be forced, and forgiveness cannot be imposed from the outside. It is a fruit of the tree of understanding."