Sunday, June 19, 2016

Via Sri Prem Baba: Flor do dia - Flor del día - Flower of the day - 19/06/2016

“Somente quando pode amar plenamente você pode experimentar a liberdade. Mesmo que não tenha consciência disso, o que você está buscando é a experiência da liberdade, pois ela é o perfume da unidade; e a unidade é possível somente através do amor - esse tão imenso poder capaz de remover todas as barreiras de separação.”
“Solamente cuando puedes amar plenamente puedes experimentar la libertad. Incluso si no eres consciente de ello, lo que estás buscando es la experiencia de la libertad, pues es el perfume de la unidad; y la unidad es posible solamente a través del amor - ese tan inmenso poder capaz de remover todas las barreras de separación.”

“Only when we can fully love can we experience freedom. Even if we are not conscious about it, what we are actually seeking is the experience of freedom. This is the fragrance of union. Union is only possible through love. Only the immense power of love has the capacity to remove all the barriers of separation.”

Flor do dia - Flor del día - Flower of the day - 18/06/2016
 
“Normalmente, o medo e o orgulho trabalham juntos para proteger os porões do inconsciente. Me refiro a um aspecto bem específico do orgulho: a vergonha. Você tem vergonha de si mesmo, da sua história e do seu passado; tem vergonha de estar numa situação de insegurança e fragilidade, e tem medo que o outro descubra. Você não admite estar nesse lugar. Esse é o orgulho, mas o principal guardião é o medo – medo de entrar no núcleo da origem da dor.”

“Normalmente, el miedo y el orgullotrabajan juntos para proteger los sótanos del inconsciente. Me refiero a un aspecto muy específico del orgullo, la vergüenza. Tienesvergüenza de ti mismo, de tu historia y de tu pasado; tienes vergüenza de estar en una situación de inseguridad y fragilidad, y tienes miedo de que el otro lo descubra. No admites estar en ese lugar. Este es el orgullo, pero el principal guardián es el miedo - miedo de entrar en el núcleo del origen del dolor.”

“Usually, fear and pride work together to protect the dungeons of the unconscious. I am referring to a very specific aspect of pride, which is shame. We are ashamed of ourselves, of our story, and of our past. We feel ashamed to be in a situation that exposes our insecurity and vulnerability. We are afraid that the other will discover this. We don’t want to admit that we are in this place. This is an example of pride acting in us, whose main guard is fear. We fear getting in touch with the original core of this pain.”