Thursday, August 25, 2016

Via Sri Prem Baba: Flor do dia - Flor del día- Flower of the day - 25/08/2016

“Se existe medo da intimidade, existe vergonha. A vergonha é um aspecto do orgulho que pode ser usado como um portal de acesso ao inconsciente. Ao identificar a vergonha, estabeleça um diálogo com ela. Mas se ainda não foi possível identificar a vergonha, dialogue então com o medo. Converse com essas partes da sua personalidade que estão gerando o isolamento. Pergunta a si mesmo: Do que eu tenho medo? O que eu considero tão feio em mim que preciso esconder? O que em mim eu não consigo aceitar? Essa é uma forma de acessar os porões do inconsciente.”

“Si existe miedo a la intimidad, existe vergüenza. La vergüenza es un aspecto del orgullo que puede ser usado como un portal de acceso al inconsciente. Al identificar la vergüenza, establece un diálogo con ella. Pero si todavía no fue posible identificar la vergüenza, entonces dialoga con el miedo. Habla con esas partes de su personalidad que están generando aislamiento. Pregúntate a ti mismo: ¿De qué tengo miedo? ¿Qué es lo que considero tan feo en mí que necesito esconderlo? ¿Qué en mí no consigo aceptar? Esta es una forma de acceder a los sótanos del inconsciente.”

“If there is fear of intimacy, there exists shame. Shame is an aspect of pride that can be used as a doorway to the unconscious. As you identify shame acting in you, develop a dialogue with it. If you have not yet been able to identify shame, have a conversation with your fear. Converse with these parts of your personality that are creating isolation. Ask yourself, ‘What do I fear? What is so ugly in me that I need to hide? What don’t I accept about myself?’ This is a way to access the dungeons of the unconscious.”