Wednesday, August 3, 2016

Via Sri Prem Baba: Flor do dia - Flor del día- Flower of the day - 02/08/2016

“O ódio é um mecanismo de defesa que se manifesta como destrutividade, tanto em relação ao outro como a si mesmo. Mas a destrutividade só se mantém porque existe uma ligação entre a energia sexual e o sofrimento, ou seja, existe um certo prazer envolvido nesse processo. Em algum momento da sua biografia, você teve que usar a sua energia vital, que é a mesma energia sexual, para anestesiar a dor, e isso estabeleceu uma conexão entre o prazer e o sofrimento. Por trás do ódio sempre existe dor. E por trás da dor está o verdadeiro Eu.”

“El odio es un mecanismo de defensa que se manifiesta como destructividad, tanto hacia el otro como hacia ti mismo. Pero la destructividad solo se mantiene porque existe una unión entre la energía sexual y el sufrimiento, es decir, hay cierto placer involucrado en este proceso. En algún momento de tu biografía, tuviste que utilizar tu energía vital, que es la misma energía sexual, para anestesiar el dolor, y esto estableció una conexión entre el placer y el sufrimiento. Por detrás del odio siempre hay dolor. Y por detrás del dolor está el verdadero Yo.”

“Hatred is a self defense mechanism that manifests as destruction both to ourselves as well as to the other. Destructivity continues because there exists a connection between our sexual energy and suffering. There is a certain pleasure that is involved in this process. At one point in our personal story, we had to use our vital energy, our sexual energy, to numb the pain. In doing so, a connection was made between pleasure and suffering. Behind hatred, there is always pain. Beyond this pain is the true self.”